terça-feira, 8 de dezembro de 2015

Vem Voar Comigo



  Para sua sensibilidade, eis mais um belo momento poético de Janske Niemann:


Se vieres comigo

falaremos do tempo que passa

da chuva que nos molhou

da saudade da infância

da magia do primeiro amor

mas nós não falaremos de amor:

falaremos só do tempo que passa


da chuva que nos molhou

da saudade da infância

 da magia e da infinita magia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SANGRA AMOR MEU CORAÇÃO

SANGRA AMOR MEU CORAÇÃO (por Brasil Andrade Holsbach) Por detrás da noite escura brilha minh’ amada estrela (dentre todas a mais bela) que m...